sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Conheça minhas publicações online!

Página Pessoal:

 

Página no Facebook:

Página no jornal Tribuna: Aquisição do livro do autor:

tribunahoje

domingo, 1 de julho de 2012

Novo site!!

Caríssimos amigos,

Doravante, as atualizações desse blog estarão disponíveis através do meu novo site. Para acessá-lo, clique no botão abaixo:

SiteAF - botão de acesso

terça-feira, 5 de junho de 2012

CORPUS CHRISTI

Ó Corpo de Cristo que se dá na cruz,
Corpo do Cristo, que de Sua morte nos deu à Luz.
Corpo de Cristo, que se faz Igreja.
Corpo de meu amado Senhor Jesus.

Ó Santíssimo Sacramento do Altar.
Ó amada e adorada Eucaristia.
Ó Sublime Amar!

Corpus Christi,
Jesus Eucarístico,
doce a afável Eucaristia:
amor que Se nos dais no dia a dia.

Eu Vos adoro e a vós agradeço:
em Vosso Pleno Amor, deste-nos Maria por mãe.
No Vosso imenso amor, concedeste-nos a Eucaristia.
Pelo Vosso Eterno Amor, sabemos o que é o dia!

Alisson Francisco Rodrigues Barreto.

Maceió, 04 de junho de 2012.

sábado, 26 de maio de 2012

Uma boa atitude diante da vida

 

De que adiantam os livros se não tivermos uma postura positiva diante da vida?
De que valem as regras, se não gerarem pessoas mais livres e em paz?
De que valem as cobranças se elas gerarem mais ônus do que bônus?

O tempo passa, o coração bate e a vida segue.
Que a vida siga o coração que não se perde no tempo,
mas prossiga em paz e cresça no bom!

O entusiasmo não é uma mera empolgação,
é um estilo de vida,
é uma opção de agir,
é em Deus permanecer.

Que as palavras nos sejam ânimo!
Que as regras enalteçam os bons princípios!
Que os créditos não virem sinais de morte!
E que a vida brote seu norte em cada momento da nossa vida!

Alisson Francisco Rodrigues Barreto

Maceió, 22 de maio de 2012.

sábado, 12 de maio de 2012

13 de maio

Está chegado…

Dentro de mais algumas horas começará a vigília mensal da Pia Escuderia.
E, meditando com Maria, conheceremos melhor o rosário. E saberemos como o Rosário contempla a Palavra de Deus. É isso mesmo, conhecendo a Bíblia por meio da oração!

Na Igreja de São Pedro, das 23h às 05h. Será imperdível!!

Maria_senhoradorosário

O bom disso tudo é que poderemos conhecer melhor a Palavra de Deus de uma forma bem peculiar: meditando o rosário. E numa vigília muito especial, pois se encerra no dia das mães, em um ano em que o dia das mães cai no dia 13 de maio, o dia de Nossa Senhora de Fátima – onde comemoramos o aniversário da primeira aparição da Virgem Santíssima em Fátima.

sábado, 21 de abril de 2012

À Cruz

Esmorecer, parar, desistir de lutar,
descer a ladeira e estagnar
são os caminhos mais fáceis;
mas não foi o que vim buscar.

Maria_orapronobisbomcombate

Sou católico, sou homem, sou cristão.
Sou de uma Nação que não desiste de lutar.
Uma nação bimilenar que sofre e é perseguida,
mas sabe que o Céu é o seu lugar.

assunção

À Cruz nos pregam, aos leões nos entregam;
com desgosto nos veem, com aversão nos vêm.
Mas eis que brilha em nosso peito a Cruz!!

fédefesaarmadura-dos-cristaos1-64e1c9555323fcfe006e8d4e3c2542b1-full

E é nela que encontramos o Cristo, o qual nos conduz:
é o amor da Sabedoria que nos vem a guiar,
é o Cristo que se põe… E ressuscita no Altar.

turíbulo_Censer

 

Alisson Francisco Rodrigues Barreto

Maceió, 17 de abril de 2012 (21h)

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

NOTA DO AUTOR

Pessoal,

Se este meu blog estiver muito tempo sem atualização, não me levem a mal: não estou conseguindo acessar as minhas contas do google. (requerem autenticação, enviando o código para um celular que não tenho mais – não deixando outra alternativa de acesso disponível. Quando consigo acessar é se eu entrar pelo meu windows7, o qual está com problemas) Resumindo, estou com muuuita dificuldade de acessar as contas do google (Orkut, gmail blogspot...)

Att.
Alisson Francisco
P.S.: continuo com minhas contas no faceook, yahoo, globomail, twitter e com meu blog na http://tribunahoje.com/blogs/51/a-palavra-em-palavras

Obs.: você deve estar perguntando-se como que eu consegui postar esse texto. Resposta: exceção à regra, durante um acesso pelo meu windows e aproveitando-se do navegador que estava(está) reconhecido pelo google. :)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Tem certeza de que Papai Noel não existe?

PapaiNoel

Triste realidade social. Na prática, Papai Noel existe mais na mente do povo do que os pobres, nas calçadas das ruas. O espírito de Papai Noel existe mais no coração dos povos do que os pobres empilhados nos lixões. Aliás, hoje, Papai Noel existe mais nas casas do que o Menino Jesus! :(

O que eu posso fazer para mudar essa realidade? (diga isso a você mesmo)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Egoteologias da Antisacralidade e Profanação

No Brasil atual, quatro tipos de “teologias” se destacam: (1) a teologia do fundamentalismo escrito; (2) a teologia da libertação; (3) a teologia da prosperidade e (4) a teologia da fé e razão na revelação cotidiana.

(1) A teologia do fundamentalismo escrito é a adotada pelas comunidades eclesiais evans (vulgo protestantes), segundo a qual a fé é superior à razão (o que se confirma com a afirmação de sola fides, dizendo que o que salva é só a fé e relegando para segundo plano o questionamento racional). Para essa teologia, só o que está escrito na Bíblia tem veracidade e confiabilidade, mesmo que possa vir a contrastar com um questionamento racional. Nesses grupos, opta-se por uma fixação e defesa de trechos, mesmo que não se perceba a existência de textos que divirjam dos mesmos. Provavelmente, crucificariam Jesus por curar no sábado, já que havia a norma “decalógica” de nada fazer no sábado. O maior representante dessa teologia é Martinho Lutero.

(2) A teologia da libertação, a qual aniversaria nesses dias, tem fulcro no marxismo e remete a uma luta de classes e a uma suposta libertação de toda força que possa estar no poder. Portanto, remete a uma luta perpétua e vê toda autoridade como opressora e inimiga. Certamente, insurgir-se-iam contra Jesus, que estava à frente dos doze apóstolos e que escolhera os 12 apóstolos para serem mais próximos d’Ele. O maior representante dessa teologia é Leonardo Boff.

(2) A teologia da prosperidade busca afagar o ânimo de querer o bem de si próprio e propõe ao crente a riqueza, o crescer economicamente mesmo. Envereda pela tentação que Cristo sofreu, de dar-lhe todo o poder no mundo e toda riqueza. Contrasta com o ensinamento de que não podeis servir a Deus e ao dinheiro. Provavelmente não aceitariam Jesus, por ser um Deus que se faz homem, o Criador que se faz gerado entre as criaturas, um rei que se faz pobre. E a pobreza, definitivamente, não é a proposta dessa teologia. Essa teologia não abraça a Cruz, pois a Cruz é sinal de humildade e libertação pela confiança em Deus. O maior representante dessa teologia é Edir Macedo.

(4) A teologia da fé e razão na revelação cotidiana é a que acredita que toda a revelação de que precisamos está nas Escrituras, mas que o entendimento delas nos é dado no íntimo do coração de cada um, no dia a dia, à medida que se abre o coração para apreender a Palavra e na medida em que a consciência é capaz da compreender, conforme a necessidade de empenho salvífico da época. É uma teologia que dignifica o homem ser reacional e o enleva, racionalmente e por meio da fé, à dignidade de inserção no Corpo de Cristo e crescimento em dons, graças e virtudes, n’Ele! É a proposta da Santa Igreja Católica.O maior representante dessa ideologia morreu crucificado, mas ressuscitou ao terceiro dia, seu nome é Jesus, o Cristo.

Claro que também há falsas teologias onde tudo é relativizado como o panteísmo, que acredita que tudo é Deus, onde não há alteridade e transformam Deus em um inventor, e não Criador, pois tudo seria deus e as coisas seriam coeternas. A relativização teológica assemelha-se à Roma Antiga, onde se acreditavam em diversos deuses e o aceitamento mútuo de uma pluralidade de deuses. Lá, os cristãos, que defendiam o Deus único e não se submetiam à adoração de outros deuses, eram perseguidos e entregues aos leões. Esse tipo de postura levou à morte diversos membros do Corpo de Cristo, que é a Santa Igreja, mas o sangue desses mártires encheu de vida e, sua memória na Santa Missa, alimentou a fé dos cristãos.

Não obstante esse despercebido resumo, em nossa época de declínio moral e espiritual, percebe-se a influência – direta ou indiretamente – de todos essas “teologias” no seio da Amada Igreja. A prova disso é que já houve pessoas que saíram da Igreja por não escutarem explicações racionais sobre passagens bíblicas; ou porque houve membros da Igreja que, em nome de um rubricismo (nome que se dá à cor rubra das normas formais, em textos litúrgicos), resolvem tratar mal as pessoas e deixar de lado a caridade e o respeito humano; ou pessoas que tão envolvidas com a dedicação à apresentação das coisas sacras, deixam de lado a sacralidade do íntimo do coração humano, que é imperceptível aos olhos; ou mesmo pessoa que acham que está todo mundo salvo e que quaisquer escolhas podem ser feitas sem prejuízo à salvação pessoal, pois tudo salvaria, Deus é misericordioso e no final das contas a pessoa encontrar-se-ia com Ele. Tudo muito lamentável.

Talvez eu devesse lamentar mais por não dar o testemunho que deveria dar, num mundo que tanto precisa de santidade. Mas também a razão pode resgatar-nos e as palavras, mesmo que por mim proferidas, podem servir de ponte entre o coração do leitor e o amor de Deus.

Há também o problema do agnosticismo e ateísmo, que simplesmente ignoram a Deus, desprezando as oportunidades de aproximar-se d’Ele ou mesmo pondo-se radicalmente contra Deus e tudo o que se refere a Ele. Para eles, matar Jesus não é tão sério, pois eles O matam em seus corações a cada dia.

Enfim, predomina e persiste, nos dias hodiernos, a teologia do eu, onde o prazer por se denominar a autoridade que vai dizer a si mesmo o que deve ser certo ou errado e que possa fazer as escolhas a que os impulsos interiores almejarem. É uma forma apurada de realização dos instintos, onde o homem não tem mais um propósito de realização como ser eterno, mas reduz-se à realização como ente deviente, no tempo.

Que Deus nos ajude a não imergir nesses caminhos das trevas, mas restaure-nos para a realização eucarística, educando-nos para o Céu, tirando-nos desse fel espiritual e protegendo-nos do Mal e de nós mesmos.

Que a fé e a razão, como asas que aprendem a voar à sombra do Onipotente, nos guie para a mais plena realização humana: ser em Cristo! Amém.

Dado em Maceió, 15 de novembro de 2011.

Alisson Francisco Rodrigues Barreto
Poeta, filósofo, bacharel em Direito, pós-graduado. Professor de Eclesiologia e Documento de Aparecida, pela Escola de Missiologia/COMIDI-Maceió. Missionário Católico da Pia Escuderia de Sigmaringen.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Os 10 mandamentos para ser um vencedor

Maceió, 28 de outubro de 2011. Por Alisson Francisco.

Para tornar-se um vencedor são necessárias algumas considerações:

  1. O vencedor não é aquele que apenas venceu, ele é vitorioso;
  2. Não busca a vitória numa prova de 30 metros, atravessa um continente;
  3. Não teme sonhar, realiza sonhos;
  4. Não se acovarda diante dos outros, edifica relacionamentos;
  5. Não trata pessoas como objetos, doa-se e dignifica-as;
  6. Não desiste com xingamentos e críticas, acredita em seu bom potencial;
  7. Não fica na queda, reergue-se para a sublimidade;
  8. Não pisa pessoas, alavanca-as;
  9. Não busca a si mesmo, vocaciona-se a transcender;
  10. Não abandona Deus para vencer; vence por amor a Ele, com Ele e no Corpo d’Ele!

Agora, já que enumerei os 10 mandamentos para se tornar um vencedor, posso falar que já conheci o maior dentre os vencedores. Ele, simplesmente, transformou o maior símbolo de condenação, humilhação, escárnio, desprezo e vergonha num símbolo de vida, esperança, fé, salvação e vitória; deu à cruz e à morte novos significados. E, num mundo onde o orgulho e a prepotência muitas vezes parecem imperar, Ele deu o maior exemplo de humildade: sendo Criador, fez-se criatura; sendo Deus, fez-se homem, Filho do Homem; sendo homem e rei, fez-se criança pobre. E sendo eu um miserável pecador, Ele não desistiu de mim, acolheu-me e me ama. Ele é meu Mestre, meu Deus e Senhor. Ele é Jesus Cristo, nosso Senhor.

Alisson Francisco Rodrigues Barreto

Poeta, filósofo, bacharel em Direito, pós-graduado. Membro da Pia Escuderia de Sigmaringen, professor do Curso de Missiologia do COMIDI (Arquidiocese de Maceió), servo de Deus, missionário leigo, católico, batizado, membro do Corpo de Cristo.

Ocorreu um erro neste gadget